Leoveraldo Curtarelli de Oliveira
PRESIDENTE - 2016/2018
quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Um ícone de decência

Mesmo os que não tiveram a chance e o privilégio de com ele conviver entenderão o que quero dizer nessas breves palavras sobre o cidadão, o homem, o empresário e o visionário Hylo Francisco Bresolin. Uma fonte constante e inesgotável de inspiração, Hylo deixou muitos exemplos e os mais importantes vieram dos seus gestos e não necessariamente de suas doces, belas, vibrantes e motivadoras palavras. Hylo tratava a todos da mesma forma. O olhar carinhoso e os gestos de afeto eram fartamente distribuídos. A humildade e a alegria sempre foram marcas fortes do homem que todos admiravam. Tanto nos bons como nos maus momentos, ele encontrava forças e encaminhava a todos para a solução mais razoável. Cidadão exemplar, Hylo era daqueles que se emocionavam com as coisas do seu País e que se enchia de orgulho quando ouvia ou lia alguma notícia de um avanço ou de uma conquista que colocasse o Brasil em evidência. Da mesma forma, mesmo que contidamente, entristecia quando via os efeitos da ambição desenfreada, dos excessos cometidos em nome do poder e pela falta de responsabilidade daqueles que tinham por obrigação dar um norte seguro a milhões de brasileiros. Nem por isso, Hylo se deixava abater. Ele procurava, da melhor forma que podia e suas forças permitiam, fazer a sua parte e ajudar a transformar a realidade da sua comunidade. E que belas realizações ele deixou, sem jamais se interessar por receber salário, comissão, prêmio ou qualquer benefício ou favor. Movido pelos verdadeiros sentimentos que tocam especialmente uma pequena porção dos homens, Hylo entendia a força e o alcance de um gesto de gratidão. Por pensar mais no outro do que em si mesmo, Hylo era dono de uma visão empreendedora aguçada. Ele foi o mentor de vários projetos de sucesso, como o Cemic, em Cascavel. Mais de 17 mil crianças e adolescentes tiveram, por meio do trabalho social e educacional do Cemic, a oportunidade de vislumbrar um futuro mais próspero e digno.  Para os empresários da região, o maior legado do grande mestre foi, em 3 de abril de 1976, convencer um pequeno grupo de colegas a criar uma entidade de âmbito regional que pudesse em nome da união e do trabalho conjunto deixar para trás antigas e infrutíferas disputas. Sob o comando de Hylo e de seus sucessores, a Caciopar viraria uma força viva e pulsante de uma comunidade que sabia o que precisaria fazer e conquistar para se desenvolver e multiplicar prosperidade. E assim tem sido em mais de 40 anos de um percurso marcado por inúmeras provações, mas principalmente por vitórias de grande alcance coletivo. Há alguns meses, eu e alguns ex-presidentes da Caciopar, entre eles Sergio Marcucci, Khaled Nakka e Mario Costenaro, estivemos com Hylo. O encontro de alguns minutos não poderia ter sido mais cativante e animado. Mesmo debilitado, o grande mestre sorria, lembrava de antigas passagens da Caciopar e de seus líderes e, com o olhar marejado e cheio de esperança, afirmava estar pronto para o bom combate. Deus, o senhor de todas as coisas, caprichou quando colocou no mundo um ser para atender pelo nome de Hylo Francisco Bresolin. E Ele deve ter ficado ainda mais orgulhoso ao acompanhar os frutíferos passos desse mortal que, com tanto amor, afeto e disposição, mostrou como viver intensa, amigável e fraternalmente. 

 
 
 
 

CACIOPAR

 
Rua Pernambuco, 1800, 1° andar - Centro
85810-021 - Cascavel - PR
 
(45) 3321-1449
 
 

SISTEMA ASSOCIATIVISTA

 
2016 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual